Múltiplos

Certamente, em algum momento de nossas vidas já nos deparamos com situações como essa:

“A minha empresa foi vendida por 10 vezes o faturamento”.

Essa métrica de valor fixada é popularmente adotada como referência de valor para as empresas em geral, porém, o Mercado de Capitais apresenta inúmeros indicadores variáveis que proporcionam melhores condições de determinar o valor das empresas que diferem do múltiplo valor/faturamento.

Mas afinal, o que são múltiplos?

Os múltiplos são instrumentos simples de avaliação de empresas amplamente usados como benchmark em M&A (Fusões e Aquisições) e têm como objetivo principal balizar o valor de empresas comparando com outras do mesmo setor.

Em outras palavras, os múltiplos são valores padronizados de ativos, de maneira que se possam comparar empresas de alguma forma entre si, tornando assim referências de mercado para que não haja super ou sub avaliação de ativo em relação ao mercado. Existem diversos múltiplos de mercado, dentre os mais conhecidos, temos: Firm Value/ Ebitda, Valor empresarial/Ebitda, Firm Value/ faturamento e Valor Empresarial/ lucro líquido.

Atualmente, diversas empresas brasileiras adotam erroneamente ou acatam como referência de valor empresarial os múltiplos internacionais. Os múltiplos internacionais convencionais apresentam o valor de empresas já maduras e que, em grande parte, já estão em fase de estabilidade, ao contrário de muitas empresas brasileiras, que por serem jovens, possuem altas taxas de crescimento e, conseqüentemente, maiores perspectivas de valor que proporcionam índices mais robustos que os de mercados internacionais.

O reflexo pode ser ainda mais catastrófico em se tratando de empresas brasileiras de pequeno e médio porte, pois estas crescem a taxas exponenciais.

  • Múltiplos – FV/EBITDA

    Firm Value (FV) dividido pelo EBITDA (Earning Before interest, taxes, depreciation and amortization). O FV é resultado da soma do valor de mercado da companhia com sua dívida de curto e de longo prazo, desse resultado é subtraído o valor das disponibilidades do ativo circulante.

  • Transações Privadas Setoriais